Os 3 exercícios que ajudam a melhorar os sintomas de DEPRESSÃO

Nós sabemos que exercícios podem melhorar nossa saúde mental, mas alguns exercícios podem ser melhores que outros.

https://www.cosmopolitan.com/uk/body/health/a26884484/exercises-to-help-depression/?src=socialflowTW

Quando você tem depressão, sair dá cama parece impossível. Mas incrivelmente, fazer exercícios é uma ótima ferramenta para combater esse sintoma.
Quando você se exercita, você libera a endorfina, o hormônio do “se sentir bem” que ajuda a reduzir sentimentos negativos e melhora seu espírito e alto astral”, explica Hayley Jarvis, Diretor de atividade física na instituição de caridade de saúde mental.
Além disso, Hayley aponta que exercícios podem ajudar a romper com os pensamentos que geralmente compõem a depressão.
“Ao cansar o corpo, cansamos a mente, o deixando mais calmo e melhor para pensar claramente. Tirar um tempo para fazer exercícios pode também dar as pessoas espaço para pensar e ajudar a clarear a mente”, ela explica.
Exercícios são fundamentais para acalmar os sintomas de depressão. Mas o termo “exercício” é bem amplo, então quais tipos de atividades físicas são mais efetivas para ajudarmos a combater a depressão? Especialistas da instituição e Anytime Fitness nos ajudam a descobrir:

Caminhar

Um pensamento comum é que exercícios tem que ser “pesados” para serem eficientes. Mas, as vezes, o contrário é verdadeiro. Exercícios pesados podem desencadear a liberação do hormônio, que está frequentemente presente em altos níveis em pessoas que apresentam sintomas de depressão. Por essa razão, Marvin Burton, diretor da Fitness at Anytime Fitness UK, prefere recomendar exercícios mais calmos.

“Uma caminhada ao ar livre pode ser uma fantástica forma de combater a depressão”

“Nós sempre escutamos a expressão de ir ao ar livre para clarear nossa mente e isso é realmente verdade. Por fim, se você tiver uma mente limpa, você é mais capaz de atingir grandes mudanças na saúde do seu corpo e da sua mente”.
Hayley Jarvis concorda, apontando que estudos científicos sugerem que exercícios ao ar livre podem ser efetivos como antidepressivos no tratamento de depressões moderadas.

“As cores, os sons e o cheiro que achamos ao ar livre estimulam nossos sentidos, e estar em contato social com pessoas pode ajudar em sua autoestima e reduzir a solidão”

CORRIDA

Correr é aquele tipo de exercício capaz de mostrar nosso progresso de condicionamento físico, o que é um tipo de prêmio, sugere Hayley, o que irá ajudar alguém com depressão.

 “Correr é um exercício extremamente premiado porque podemos facilmente rastrear nosso progresso e aperfeiçoamento” ela diz.

“É importante encontrar um tipo de atividade que você goste e manter o foco”.

Marvin adiciona que correr pode “promover uma boa saída da rotina, dando maior foco, esforço e conquista a um objetivo pessoal”.

Ainda, ela nos lembra que é um dos exercícios mais acessíveis, exigindo apenas um tênis e nada mais.

EXERCÍCIO EM GRUPO

No meio de um episódio depressivo, a alternativa mais fácil é se fechar e querer ficar só, ficando isolado, sem a companhia dos demais, o que não é recomendado.

Exercícios em grupo podem ser uma boa ideia de evitar essa vontade de isolamento.
“Ter a oportunidade de falar com pessoas e estar em um ambiente social, enquanto você se exercita pode lhe entregar enormes benefícios” diz Marvin.

“Atividades em grupo é a melhor forma para você se você valoriza o elemento social” adiciona Hayley, que também aponta que “você ficará muito mais empolgada de continuar a se exercitar se estiver se divertindo e aproveitando a companhia daqueles ao seu redor”.
https://br.freepik.com/fotos-gratis/grupo-de-pessoas-que-executa-o-exercicio-da-ioga-arvore-postura_975737.htm

Deixe uma resposta